Hora de festa! Mas qual a melhor comemoração?

Postado em 09/08/2016

Hora de festa! Mas qual a melhor comemoração?

Planejar uma festa infantil é uma tarefa prazerosa, mas árdua. As dúvidas começam logo no primeiro passo da organização: que tipo de comemoração fazer? Almoço, jantar, piquenique, festa na escola... Opções não faltam, mas nem sempre é fácil definir a melhor alternativa para o seu caso.

Se você vive este drama, a primeira regra é clara: coloque na ponta do lápis o número de adultos e crianças que serão convidados. As idades dos pequenos também devem ser levadas em conta nesse primeiro momento, pois tal informação vai ajudar a definir o horário do evento, o cardápio e até mesmo o tipo de atração para entreter os convidados mirins – como teatro, shows ou monitores de oficinas.

Para festas de 1 a 3 anos, o ideal é começar antes do horário do almoço, por volta das 11 horas, ou logo no início da tarde. Assim, as crianças chegarão descansadas e não terão seu horário de soneca afetado.

Já as crianças a partir de 4 anos podem ganhar festinhas em outros horários, mas é bom evitar eventos após as 18 horas se não quiser ver os pequenos chorando de sono e irritação. Para definir a duração da festa, vale a regra: quanto mais jovens os convidados, menor o tempo de festa. Para os pequenininhos, de 3 a 4 horas de festança são mais que suficientes.

Uma festa para chamar de sua

Para Fabiana Pichulate, da Picote Design de Festas, os pais devem começar o planejamento estipulando o orçamento. “Antes de querer fazer qualquer coisa é importante definir quanto se pode gastar. Afinal, seu filho ou filha irá fazer aniversário todos os anos e uma festa mal planejada pode extrapolar – e muito! – o orçamento da família”, alerta a decoradora.

As mães que quiserem comemorar o aniversário dos filhos com um almoço devem ficar atentas ao cardápio. É interessante organizar opções voltadas para os adultos e outras especiais para as crianças. Fabiana sugere que os pais preparem uma mesa coletiva para os pequenos. Nela, as crianças poderão se servir com pratinhos e talheres de plástico ou madeira – estes últimos são tendência e podem ser personalizados com carimbos fofos no tema da festa.

A organizadora de festas Juliana Bajon, da Fête, recomenda o churrasco, mas ressalta que o serviço precisa ser impecável. “O churrasqueiro deve ser experiente para não descuidar do ponto da carne e garantir a velocidade na saída dos pratos, assim os convidados não precisarão ficar esperando muito para comer.” Quando bem organizado, o aniversário se torna um sucesso! Temas como fazendinha e velho oeste são uma boa pedida para esse tipo de festa.

O lanche da tarde é uma unanimidade entre as organizadoras de eventos e vem conquistando as mamães como opção de festa infantil. Além de permitir todo tipo de tema na decoração, a festinha no meio da tarde permite que as crianças aproveitem ao máximo, sem atrapalhar a hora da soneca dos menores. Se a maioria dos convidados mirins tiver menos de 4 anos, vale a pena investir em um cardápio específico, composto por muitas frutinhas picadas e sanduíches naturais. Fabiana Pichulate sugere uma boa alternativa: “Gosto de criar uma espécie de ‘estação dos sucos’, que é um espaço com refresqueiras de sucos frescos naturais e água de coco. Lá, coloco também muitos biscoitos do tipo polvilho ou maisena, pois eles salvam as mamães durante a festa.”

Outra excelente opção é o piquenique, ideal para eventos descontraídos nas épocas mais quentes do ano. “Já que os piqueniques comemorativos são realizados em espaços abertos como parques e fazendas, os pais devem optar por um número reduzido de convidados para conseguir organizar a logística da festa com mais facilidade. A relação custo-benefício também pode se tornar bem interessante”, explica Flávia Fonseca Moraes, arquiteta e organizadora de eventos.

Jantares não são muito apropriados para festas infantis, pois os pequenos convidados aproveitam pouco e acabam dormindo antes mesmo dos parabéns. Para Flávia Moraes, o ideal é evitar festas depois das 18 horas para crianças com menos de 5 anos. Se os pais fizerem questão de um evento noturno, a dica é montar um espaço confortável e tranquilo para as crianças que não resistirem e pegarem no sono.

As baladinhas infantis diurnas vêm fazendo sucesso entre mães e filhos. DJs especializados em repertórios infantis podem criar um ambiente descontraído na pista de dança, com iluminação colorida e chão forrado com proteção antiqueda. Os mais crescidinhos – a partir dos 5 anos – são os que mais aproveitam.

E que tal comemorar o aniversário do seu filho com uma festa à fantasia? Sempre muito divertidas, elas envolvem todos os convidados, mas vale preparar máscaras para os adultos que forem despreparados. Você também pode promover um grande concurso para premiar as melhores fantasias, a mais criativa, a mais preguiçosa, aquela indecifrável... Os amigos do seu filho vão adorar!

Essas não são as únicas alternativas. Use sua criatividade e avalie o perfil de seus convidados para escolher o melhor tipo de comemoração. Para meninas, é possível ainda fechar um salão de beleza para fazer um “dia de princesa”. Oficinas de culinária ou artes também são opções de diversão garantida!

Como escolher o local

Limite de gastos e tipo de festa definidos, é a hora de escolher o local da comemoração. Ele deve comportar o número de convidados de forma confortável e permitir opções de entretenimento para as crianças, como brinquedos alugados e teatrinhos.

Festas em casa ou no salão do prédio permitem um número menor de convidados, mas ganham nos quesitos intimidade e conforto. Como acabam exigindo um pouco mais de dedicação, vale a pena contratar uma boa empresa para ajudar na decoração.

Para festas com mais de 100 convidados, a melhor opção costuma ser um buffet. Antes de contratar, no entanto, avalie as opções de brinquedos disponíveis e cheque se elas condizem com a faixa etária dos seus convidados. Outro fator que deve ser avaliado é a liberdade que o salão dá aos pais para modificar a decoração: tenha certeza de que seus planos para a festa poderão ser executados sem problemas.

Os pais que estão com o orçamento mais comprometido, mas não querem deixar a data passar em branco, podem optar pela festa na escola. É importante conversar com antecedência com a direção e verificar as regras. Econômica, a versão permite que o aniversariante comemore a data ao lado de todos os coleguinhas. A desvantagem, no entanto, é o fato de que os familiares e amigos dos pais não poderão participar.

Para festas em parques, o planejamento é fundamental. “A ideia de fazer um piquenique em local aberto é linda, mas exige muita organização. Já presenciei uma festa em parque a 35° C, sem sombra no local. A economia foi priorizada, mas não o bem-estar de todos os convidados. Assim não funciona. Uma festa em parque pode ser maravilhosa, desde que os pais pensem no clima, no armazenamento de comidas e bebidas, na infra-estrutura do parque e na segurança”, alerta Juliana Bajon.

 

Outras Notícias

 

Aprenda a criar um belíssimo jardim vertical e alegrar as paredes da sua casa
Postado em 13/04/2017

1º PASSO: ESCOLHA DA ÁREA

A área que receberá o jardim vertical dependerá das plantas que farão parte do projeto. Para plantas de sombra, a área deve ser sombreada ou o jardim deve ser montado no interior da casa. Plantas d...
leia mais »

Aprenda a criar um belíssimo jardim vertical e alegrar as paredes da sua casa
Postado em 03/04/2017

1º PASSO: ESCOLHA DA ÁREA

A área que receberá o jardim vertical dependerá das plantas que farão parte do projeto. Para plantas de sombra, a área deve ser sombreada ou o jardim deve ser montado no interior da casa. Plantas d...
leia mais »

Cortina ou persiana? Escolha o modelo ideal para cada ambiente
Postado em 27/09/2016

Responsáveis por dar um toque final à decoração, as cortinas e persianas são itens que valorizam os ambientes. Mas, além do efeito estético, elas também impedem a entrada excessiva de luz e poeira, e reforçam a privacidade. Escolher o...
leia mais »